segunda-feira, 15 de outubro de 2018

‘O Bolsonaro representa tudo que não gosto’, diz FHC - Vejam

Ex-presidente também fez críticas ao PT e ao próprio partido: ‘O PSDB, se quiser ter futuro, precisa se repensar’


O ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso (Paulo Vitale/VEJA)


Fernando Henrique Cardoso (PSDB) fez críticas ao Partido dos Trabalhadores, ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) e também ao próprio partido, que, segundo ele, precisa “repensar” e “reconstruir a casa”, se quiser ter um futuro. Em uma longa entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, o ex-presidente analisou o atual cenário eleitoral e ponderou sobre a polarização que tomou o Brasil.
“Não creio que seja por influência do que ele [Bolsonaro] diz ou pensa que votam nele. O voto é anti-PT. O eleitorado parece estar contra o PT. No olhar de uma boa parte dele, o PT é responsável pelo que aconteceu no Brasil, na economia, cumplicidade com a corrupção e etc” diz. Ao ser questionado sobre suas opiniões em relação ao candidato do PSL, FHC reforça: “Bolsonaro representa tudo que não gosto. É possível que a maioria dos líderes do PSDB seja pró-Bolsonaro, mas não é o meu caso.”
Sobre Fernando Haddad (PT), oponente de Bolsonaro nas urnas no segundo turno, FHC tem críticas, mas se mostra aberto ao diálogo. “Como pessoa é uma coisa, como partido é outra. A proposta que o PT representa não mudou nada”, diz. “Quero ouvir primeiro. Não sei o que vão fazer com o Brasil. O Bolsonaro pelas razões políticas está excluído. O outro eu quero ver o que vai dizer”, diz.
Apesar da fala amigável, o ex-presidente garante que a porta não está totalmente aberta para Haddad. “O outro [Bolsonaro] não tem porta. Um tem um muro, o outro uma porta. Figura por figura, eu me dou com Haddad. Nunca vi o Bolsonaro”, diz, antes de garantir que não possui relações pessoais e cordiais com o candidato do PT.

Haddad chama Edir Macedo de ‘charlatão’; fala é ‘criminosa’, diz Universal

Petista atacou líder evangélico, que apoia Bolsonaro, após participar de missa católica em São Paulo; IURD afirma que PT assalta estatais e cofres públicos

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, e o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad (PT) (Facebook/Reprodução - Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República, subiu o tom contra seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), e aliados do capitão reformado. Após participar de uma missa em uma igreja católica no Jardim Ângela, zona sul de São Paulo, o petista classificou como “fome de dinheiro” o apoio dado ao candidato pelo bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record. Haddad também o chamou o religioso de “charlatão”.
“Sabe o que é o Bolsonaro? Ele é o casamento do neoliberalismo desalmado, representado pelo Paulo Guedes, […] com o fundamentalismo charlatão do Edir Macedo. Isso é o Bolsonaro”, disse.

Sabe o que está por trás dessa aliança [entre Bolsonaro e Edir Macedo]? Em latim chama ‘auri sacra fames’: fome de dinheiro. Só pensam em dinheiro
Fernando Haddad, candidato à Presidência pelo PT
Haddad e a candidata a vice de sua chapa, Manuela D’Ávila, participaram da missa para celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida. O petista tem se aproximado de católicos, uma vez que Bolsonaro é apoiado por líderes de igrejas evangélicas e possui o amparo da chamada “bancada da Bíblia” no Congresso.
Na quinta-feira, 11, Haddad se encontrou com Dom Leonardo Steiner, secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A instituição, que não declarou apoio oficial ao petista, pediu para que eleitores escolham, neste segundo turno, candidatos comprometidos com a democracia.

Repúdio

A Igreja Universal respondeu a Haddad. Por meio de uma nota de repúdio, publicada em sua página na internet, a instituição afirmou que as declarações são caluniosas e preconceituosas.
“Com sua fala criminosa, o ex-prefeito de São Paulo desrespeita não apenas os mais de sete milhões de adeptos da Universal apenas no Brasil, mas todos os brasileiros católicos e evangélicos que não querem a volta ao poder de um partido político que tem como projeto a destruição dos valores cristãos, como a família, a honra e a decência.”
A IURD lembrou do apoio que Edir Macedo prestou ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à ex-presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2006 e 2010. “O apoio era muito bem-vindo. Agora, quando o líder espiritual da Universal declara que seu candidato é Jair Bolsonaro, o Bispo Macedo deve ser ofendido de forma leviana?”
O candidato responderá na Justiça pelo ódio religioso que tenta espalhar e por suas calúnias
Igreja Universal do Reino de Deus, em nota
A Universal afirma que Haddad tenta incitar uma guerra religiosa ao fazer as declarações dentro de uma igreja. Também diz que quem é charlatão é o petista.
“Charlatão é o candidato que mente para o povo para ser eleito. Fome de dinheiro tem o partido político que assalta estatais e os cofres públicos para sustentar uma estrutura que a Justiça definiu como ‘organização criminosa’.”
Por fim, a IURD se defende ao dizer que seus programas sociais atenderam nove milhões de brasileiros, em 2017. “Moradores de rua, viciados em drogas, presidiários e seus familiares, mulheres vítimas de violência doméstica, idosos abandonados, policiais militares oprimidos, jovens da periferia das grandes cidades, empresários falidos. Toda essa assistência é prestada a custo zero aos cofres públicos.”
Vídeo resposta da Igreja Universal




Para quem gosta de ler, Texto Simplesmente ESCLARECEDOR - Vejam

É uma pena que os petistas não gostam de ler! Comunistas e adeptos muito menos !!!! Porque esse texto é uma verdadeira AULA de História!!!! Parabéns a esse estudioso! 
- Muito me intriga as pessoas que costumam argumentar contra o regime / ditadura militar no Brasil, que enchem a boca e estufam o peito para falar sobre o assunto, mesmo que tenham nascido após o término do regime. Essas mesmas pessoas apontam o dedo pra alguém que se diz eleitor do Bolsonaro e dizem: Fascista!!! Não estudou história não?? Não sabe o que os militares fizeram? Não sabe das torturas? Não sabe das perseguições políticas? Não sabe dos desaparecidos? E por fim, elas dizem: eu não voto em quem dissemina e faz discurso de ódio, em quem apoia tortura e torturador, em quem apoia a ditadura e em quem não prioriza as minorias, em quem põe em risco a democracia.

Então essas pessoas escolhem apoiar um partido dr esquerda, socialista, coligado com o partido comunista, e que quer criar a URSAL: União das Repúblicas Socialistas da América Latina (uma nova versão da antiga URSS). Só que aí, dessa vez sou eu quem pergunto: vocês não estudaram história não? Ou vocês pularam essa parte propositalmente? Ou faltaram nessa aula? Esse capítulo foi arrancado no livro de história? Bom, vai ver não gostavam de história mundial, sei lá.

Pra vocês da turma “paz e amor” que perderam parte tão importante da história mundial do século XX, deixo aqui alguns comentários.

1- Pra vocês que estufam o peito dizendo que não apoiam a ditadura, peço então que me respondam algumas perguntas. Pra quem não sabe, coloco a resposta na sequência.
- Fidel Castro era quem? Ditador em Cuba.
- Josef Stalin era quem? Ditador da URSS.
- Mao Tsé Tung era quem? Ditador na China.
- King Jong Un é quem? Ditador da Coreia do Norte.
- Nicolás Maduro é quem? Ditador na Venezuela.
- Teodoro Obiang Nguema é quem? (“Presidente” de Guiné Equatorial há 39 anos).
- José Eduardo dos Santos era o que até 2017? Ditador de Angola.
- Robert Mugabe é quem? Ditador do Zimbábue.
- Denis Nguesso é quem? Ditador do Congo (país mais miserável do continente africano).
- Ali Bongo é quem? Ditador do Gabão.

O que esses países têm em comum, além do totalitarismo? Todos são países com regimes apoiados pelo PT (vale lembrar que URSS foi extinta) e/ou que possuem a mesma ideologia que o PT, PC do B e PSOL. Sim, ditaduras apoiadas pelo PT (tanto no governo Lula quanto no Governo Dilma) e em muitos casos financiadas com o dinheiro do imposto pago pelo contribuinte brasileiro.

Mas agora você diz que não vota no Bolsonaro porque ele apoiou a ditadura que acabou mais de 30 anos atrás, mas vai votar em um partido que apoia TODAS as ditaduras citadas acima? Alguém me ajude aqui porque não estou encontrando a lógica aqui. Por favor, alguém pra me ajudar? Alguém? Ninguém.

2- Para a turma do “paz e amor”, que enche o peito pra falar sobre os mortos e desaparecidos do regime militar, vocês sabiam que de acordo com os números apresentados pela Comissão Nacional da Verdade, criada pela então presidente Dilma Roussef para apurar os crimes cometidos durante o regime militar, em relatório entregue a essa, o total entre mortos e desaparecidos no Brasil de 1964 a 1985 foi de 434 pessoas? Deste total, 210 refere-se a desaparecidos durante o regime. Agora, se vocês me permitem, gostaria de apresentar um número adicional.
- 115.000. Esse é o número de mortes em decorrência da ditadura cubana, direta e indiretamente. A ditadura cubana inclusive é tida como a mais letal das Américas. Isso significa que a ditadura cubana matou aproximadamente 260 vezes mais que a ditadura brasileira.

Sabe aquela ditadura do companheiro Che Guevara? Do Fidel Castro? O mesmo que saiu em tantas fotos com Lula e Dilma? Sim, é essa ditadura mesmo. Já pesquisaram quantas pessoas o companheiro “paz e amor” Che Guevara mandou executar? Não? Sugiro que façam isso.

3- O partido da vice-presidente na chapa do Haddad é o PC do B, que acredito eu a turma “paz e amor”, tão esclarecida intelectualmente, deve saber bem, significa Partido Comunista do Brasil.

Sem entrar em detalhe sobre o que o comunismo significa ideologicamente, apresento pra vocês, pessoas tão do bem, tão amorosas e tão intelectualizadas, alguns números decorrentes dos regimes cuja ideologia política é a mesma do partido da possível futura vice-presidente do Brasil: o comunismo.

- 20 milhões de mortes na União Soviética
- 1 milhão de mortes no Vietnã
- 2 milhões de mortes no Camboja (Khmer Vermelho)
- 2 milhões (oficiais) na Coreia do Norte (os números são maiores já que o regime persiste na Coreia do Norte até hoje)
- 2,4 a 12 milhões de mortes na Ucrânia (Holodomor, mais conhecido como holocausto ucraniano, referente ao total de ucranianos que foram deixados morrer de fome pelos soviéticos russos)
- 1,7 milhões de mortes na África
- 1,5 milhões de mortes no Afeganistão
- 65 milhões de mortes na República Popular da China (eita, mas o tio Mao Tsé era fraco não)
- Além da Ucrânia, 1 milhão de mortes nos estados comunistas do Leste Europeu
Vou me poupar da matemática e esperar que a turma do “paz e amor” faça aqui as contas do total de pessoas mortas pelos comunistas no século XX. Sabem quantas mortes pesam nas mãos dos nazistas? Especialistas trabalham com um número entre 5 e 6 milhões. Eu fico com a maior estimativa, que ainda é menos de 1/10 do que ocorreu só na China, nas mãos dos comunistas.

Mas pera aí, como fica agora turma do paz e amor? Chocados?? Ou vale tudo para implantar a ideologia defendida pelo teu professor de história no colégio / faculdade, inclusive ignorar propositalmente mais de 100 milhões de mortes ocorridas nas mãos dos comunistas? Opa, não me aguentei e fiz as contas por cima.

4 - Ainda pra turma da “paz e amor”, e “tudo pelo direito das mulheres”, “abaixo o machismo”, eu gostaria de perguntar uma coisa: vcs já pesquisaram a quantidade de estupros do Che Guevara? Naooooo??? Deveriam. Além disso, coloco mais algumas curiosidades:

- No regime de Mao Tsé Tung, militares chineses invadiam as casas com a justificativa de ensinar as crianças sobre o Livro Vermelho. Sabem quantas crianças foram estuporadas nessa prática? Não? Sugiro que leiam “As boas Mulheres da China”, por XINRAN.
- Vocês sabiam quantas mulheres caem por dia nas mãos de traficantes de mulheres chineses enquanto fogem da fome e da inanição na Coreia do Norte? Não? Sugiro que leiam “Para Poder Viver”, de Yeonmi Park.
- Vocês sabiam que as mulheres no Camboja eram estupradas e depois tinham os seios cortados (para impedir de amamentarem) e eram jogadas ao relento para apodrecerem até a morte no regime do Khmer Vermelho? Não? sugiro pesquisarem sobre Nuon Phali e como ela deu a vida para ajudar mulheres a escaparem do regime comunista no Camboja.

5 - Para a turma “paz e amor” que enche a boca pra falar sobre os nazistas, suas práticas de genocídio e que não perdem a oportunidade de visitar Auchwitz quando vão à Polônia, e ler “O Diário de Anne Frank” (um dos meus livros favoritos) eu tenho uma pergunta: vocês já ouviram falar sobre os Gulags? Não?? Gulags são os campos de concentração e extermínio na União Soviética, no regime comunista. Sugiro que leiam “Arquipélago Gulag” de Alexander Soljenistin pra saberem um pouquinho mais sobre eles. E em “Para Poder Viver” vocês também saberão um pouco sobre os campos de concentração e extermínio que ainda existem na Coreia do Norte.

5- À turma “paz e amor” que luta ferrenhamente pelos direitos LGBT e que se consideram de esquerda por se sentirem amparados e “apoiados” nas suas escolhas, pergunto:
- sabiam que Marx e Engels consideravam a homossexualidade uma “degeneração decorrente do capitalismo e facilmente curável pelo socialismo”? Sim, eles já acreditavam e inclusive defendiam a cura gay. E vocês por aí achando que isso era invenção do Marcos Feliciano né?
- Sabiam que o comunista Máximo Gorki, em seu ensaio, “Humanismo Proletário” em 1934, afirmou “exterminem os homossexuais e o fascismo desaparecerá”?
- Sabiam que estudiosos de esquerda, entre eles Jean Paul Sartre publicaram teorias pseudossexuais vinculando fascismo à homossexualidade?
- Sabiam que o pior momento para os homossexuais no século XX foi quando Stálin chegou ao poder, devido à brutalidade comunista na repressão ao homossexualismo?
- Sabia que o escritor cubano gay Reinaldo Arenas descreve como começou a perseguição aos homossexuais cubanos após a Revolução Cubana, inclusive com execuções e envio de homossexuais para campos de concentração?

Ué, mas a esquerda não é a favor do movimento LGBT? Não meus amigos, não é nem nunca foi. Para eles essas pessoas não passam de massa de manobra. Nos regimes socialistas / comunistas gays, lésbicas e simpatizantes foram perseguidos, presos, enviados para campos de concentração e executados. Inclusive com relatos de que esse tipo de execução era um dos passatempos favoritos do Che Guevara.

Pois é.... A verdade dói né?

Agora, Fascismo mata? Sim. Racismo mata? Sim. Machismo mata? Sim. Homofobia mata? Sim. Xenofobia mata? Sim.

Mas a sua ignorância disfarçada de pseudo intelectualidade histórica como justificativa para votar em partido de bandido mata muito mais.

Mata muito mais porque você vota em quem rouba e tira dinheiro da saúde.

Mata muito mais porque você vota em quem rouba e tira dinheiro da segurança pública.

Mata muito mais porque você vota em quem rouba e tira dinheiro da educação, perpetuando a tua ignorância é a dos outros.

Mata muito mais porque você vota em quem rouba e tira o alimento da tua mesa, perpetuando a miséria, se não a tua, a dos outros.

Mata muito mais porque enquanto eles roubam, eles estimulam a divisão e a violência entre as classes, e essas matam entre si.

Enquanto eles roubam e você fica de mimimi sobre a tua notória experiência no campo intelectual da tortura , milhares são torturados nesse momento nas filas dos SUS sem atendimento médico, morrendo em corredores de hospitais, de infecção hospitalar, por causa de médicos despreparados e sem equipamentos.

Enquanto eles roubam e você fica expondo teu doutorado sobre a ditadura, seus mortos e desaparecidos, milhares são torturados e mortos por bandidos e armas de fogo, sequestrados, desaparecem. Eles roubam e roubam e se deleitam com isso, enquanto pais perdem seus filhos, mulheres perdem seus maridos, crianças ficam órfãs, família são torturadas todos os dias. E sem chance justiça.

Enquanto eles roubam e você fica explanando tua superioridade pelo teu ativismo feminista, sobre “meu corpo minha regras”, “viva o aborto” e arrancando a roupa em via pública, defecando e enfiando crucifixo no cu, milhares de mulheres são estupradas no Brasil inteiro e nada vai acontecer porque o partido em quem você vota defende bandido e estuprador porque ele é vítima da sociedade e não você vítima da bandidagem. Milhares de crianças são abusadas sexualmente mas nada vai acontecer com os pedófilos porque o partido que você vota defende que pedofilia é doença e não crime.

E enquanto você fica aí pregando todo o teu conhecimento sobre liberdade, democracia, e mostrando teu ativismo usando #EleNão, o partido que você vota declara abertamente que fará censura das mídias sociais, convocará uma nova constituinte, acabará com a autonomia dos órgãos investigadores, desmilitarizará a polícia e tomará o poder à força, se preciso for.

Enquanto você trabalha 6 meses do ano pra pagar imposto e vive mal e porcamente com o teu salário, quase sem conseguir pagar as contas, parcelando tua compras no cartão de crédito e crediário em 20x com juros, (isso quando você não faz parte dos 14 milhões de desempregados), eles vivem no luxo e na ostentação com o teu dinheiro, o dinheiro que desviaram do teu imposto, o dinheiro fruto do teu trabalho mas que você nunca vai receber.

Enquanto eles te roubam o dinheiro e a dignidade, você também será roubado nas ruas (e sairá vivo com sorte), e não terá a quem recorrer porque a polícia foi desmilitarizada pelo partido que você vota. E quando eles acharem que não roubam o suficiente, vão aumentar teus impostos pra te roubar mais ainda, e você mais uma vez não terá a quem recorrer porque o partido que você vota limitou o poder de investigação do Ministério Público, da Polícia Federal e a ação dos juízes, pra que eles que te roubam todo o tempo não sejam condenados novamente, NUNCA MAIS. E você também não terá pra onde correr e como se proteger dos bandidos nas ruas porque o partido que você vota esvaziou os presídios libertando bandidos condenados pra andarem livremente por aí. E nem preso em casa você estará em segurança.

E por fim, enquanto você paga R$30,00 no kilo da carne no Brasil (pra quem tem condição de pagar), no país vizinho eles se matam pra comprar carne podre no mercado, e quando não matam cães, gatos e pombos, para ter alguma proteína pra comer, e isso porque alguns anos atrás eles votaram num partido com a mesma ideologia política e apoiado pelo partido que você vota.

Mas afinal eu não sei nada de história. Quem sabe são vocês.... Paz e Amor.

L. C. L. Cal
Liverpool, Inglaterra.
10/10/2018

Retirado das redes sociais...

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Pastor relembra oração com imposição de mãos no abdômen de Bolsonaro antes do ataque - Vejam


A facada desferida por Adélio Bispo de Oliveira contra Jair Bolsonaro (PSL) em Juiz de Fora (MG), durante um ato de campanha, chamou atenção para um momento ocorrido no evento pentecostal Gideões Missionários da Última Hora, realizado em abril último, quando o então pré-candidato à presidência recebeu uma oração e um dos pastores impôs as mãos sobre seu abdômen.
O momento foi resgatado pelo pastor Reuel Bernardino em seu perfil no Instagram, na última segunda-feira, 10 de setembro. “Capitão Jair Bolsonaro dia 29 de abril desse ano aqui no Gideões, tivemos o sentimento de orar pelo seu abdômen! Seria coincidência ou providência divina? Reflita”, escreveu o líder do ministério.
Na ocasião, Bolsonaro foi acompanhado de sua esposa, Michelle – que é evangélica -, e fez um breve discurso a convite de Reuel, afirmando que se orgulhava de poder dizer que é “temente a Deus”, defender a família tradicional e que tudo isso era uma missão complexa, mas que pretendia continuar: “A cruz é pesada, mas Ele não nos dá um peso maior do que possamos carregar. E esse peso eu não vou carregar sozinho. Eu vou carregar com todos vocês. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.
Logo após a fala de Bolsonaro, o pastor que fazia a preleção no momento, Adão Santos, falou que sentia necessidade de orar por pessoas com problemas de estômago. Uma das pessoas que levantou a mão foi o deputado federal, e um dos pastores presentes impôs as mãos. Confira:


Milagre

Bolsonaro se recupera do atentado contra sua vida em Juiz de Fora (MG) e disse durante uma visita do pastor Silas Malafaia e do senador Magno Malta (PR-ES) no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, que está vivo graças a um milagre.
“A morte esteve a dois milímetros de mim. A faca passou a dois milímetros da veia cava. Eu perdi dois litros de sangue, que foi drenado [posteriormente, na Santa Casa]. E se fosse mais dois, três minutos o atendimento, pessoal disse que eu tinha morrido. É milagre. Obrigado, meu Deus!”, comentou o candidato.


quarta-feira, 3 de outubro de 2018

A Guerra do Armagedom com a Missionária Marinalva Lira - Vejam


Nesta última terça-feira 02 de outubro, foi finalizado "uma das etapas dos estudos bíblico" realizado e apresentado pela Missionária Marinalva Lira na pequena congregação da Assembleia de Deus Novo Ministério no bairro Alto da Pelônia cidade de Mossoró -RN.
O estudo com temas apocalípticos como; arrebatamento da igreja, a volta de Jesus e o grande tribunal foram abordados com bastante enfase para todos que participaram durantes as 3 últimas terças-feiras alertando-os sobre o que irá acontecer nos próximos anos servindo também de aprendizado a todos os irmãos.

A congregação recebeu a cantora Venezuelana Genesis onde falou do amor de Jesus  apresentando louvores a Deus com com belos Hinos,

Figuras e alguns vídeos.

 Na direção do culto o irmão Jônatas e irmã Mikaella Marry.
Louvor a Deus com irmão Jônatas

 Cantora venezuelana Genesis louvando e falando do amor de Deus.

Palavra e louvor da cantora Genesis




 A missionária Marinalva Lira deu seguimento ao estudo instigando os irmãos a participarem do estudo.


 Irmãos participam com a leitura de versículos referente ao tema abordado A GUERRA DO ARMAGEDOM



 Em uma pequena tela improvisada, a missionária apresenta um vídeo do arrebatamento da igreja onde explanou as senas apresentadas.
 O dirigente da congregação irmão Leone passa avisos a igreja e finaliza com oração de agradecimento a DEUS.

Fonte: ADNM/Pelônia

domingo, 30 de setembro de 2018

1º Especial de Música Clássica Evangélica de Mossoró - Vejam


Pela primeira vez na cidade de Mossoró será realizado o 1º Especial Clássico de Música  Evangélica, o evento será realizado no teatro municipal Dix-Huit Rosado no próximo dia 10 de outubro a partir das 20 horas.


Nessa primeira edição do evento estarão participando; Membros da Orquestra Verbus, o empresário e cantor Otávio Augusto, grupo Gilgal, Juscelino Junior, grupo Back Vocal, grupo Tríade do Acordeom, Vanusa Voz e Violão como também será tocado músicas ou clássicos do músico Alemão Johann Sebastian Bach (falecido nos anos de 1750mais conhecido como Sebastian Barch além de outros sucessos da música sacra evangélica através de cantores Mossoroenses. 


Estará também louvando ao Senhor Jesus, o ex empresário e músico da banda "Elo Musical" acompanhado da irmã Zélia esposa do irmão João de Deus e  Jaílson Freitas.

Terá também a apresentação de um jovem de 12 anos de idade, tocando um clássico composto por "Martinho Lutero"  o homem que  fundou o  reformismo do catolicismo para o evangelho cristão.

Resultado de imagem para joao de deus e zelia
João de Deus e irmã Zélia. (Grupo Gilgal).

Segundo a organização do evento, será montado um estande formados com livros devocionais de escritores Mossoroenses que divulgam  a palavra  e a excelência do nosso Deus.

As senhas estão a venda nas Lojas Gospel e Livraria Gênesis no centro da cidade por R$ 35,00 reais. 

Fonte: Organização do Evento


quinta-feira, 20 de setembro de 2018

O Reconhecimento do Yom Kippur pela ONU Tem Significado “Político e Profético”, Dizem os Cristãos Europeus

As Nações Unidas é conhecida por muitas vezes criticar Israel. Mas, curiosamente, nos últimos anos, adotaram algumas práticas judaicas.

Resultado de imagem para yom kippur
As Nações Unidas é conhecida por muitas vezes criticar Israel.  Mas, curiosamente, nos últimos anos, adotaram algumas práticas judaicas.
Na quarta-feira, a ONU observará o Yom Kippur como feriado oficial pela terceira vez. Para eles, isso significa pelo menos não realizar nenhuma reunião de alto nível naquele dia.
Após extensos esforços diplomáticos da Missão Israelita nas Nações Unidas (com a ajuda da Coalizão Europeia para Israel – um grupo cristão pró-Israel), a ONU finalmente reconheceu Yom Kippur em dezembro de 2015.
Antes de 2015, havia 10 feriados oficiais nas Nações Unidas, incluindo Natal, Sexta-Feira Santa e dois feriados muçulmanos. Havia outros dias reconhecidos, chamados “Dias Mundiais”, que incluíam feriados budistas e o Ano Novo Persa, mas nenhum feriado judaico era reconhecido.
O diretor-fundador da Coalizão Europeia para Israel (ECI), Tomas Sandell, disse à CBN News que acredita que o movimento da ONU em reconhecer o Yom Kippur tem significado político e espiritual.
“Politicamente, como este é o primeiro passo para dar aos judeus o mesmo respeito que os cristãos e muçulmanos por seus feriados. Mas é apenas um primeiro passo”, disse Sandell em uma resposta por escrito.

Resultado de imagem para yom kippur
Feriado Nacional em Israel
 “Espiritualmente, creio que é profeticamente significativo que as nações estejam gradualmente se adaptando ao Seu calendário [bíblico de Deus] – Seus tempos designados”, acrescentou.  
Em uma entrevista anterior, Sandell disse que o Yom Kippur “tem uma mensagem que vai além do judaísmo”.
Yom Kippur é apenas um feriado / costume judaico ao qual as Nações Unidas estão prestando atenção.
Na semana passada, pouco antes de Rosh Hashaná, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, e dezenas de embaixadores de todo o mundo jogaram simbolicamente seus pecados no East River, em Nova York, numa tradição judaica conhecida como “Tashlich”.
Tradicionalmente, “Tashlich” – rejeitando os pecados, simbolizado pelo pão, em um corpo de água corrente – é feito para o tradicional Ano Novo Judaico, Rosh Hashaná.
E embora a ideia de jogar os próprios pecados na água para a redenção não seja bíblica, é baseada em uma passagem em Miquéias 7: 18-20, que diz que Deus “lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar”.
O embaixador israelense na ONU, Danny Danon, e a Coalizão Europeia para Israel organizaram o evento.
Com o início do Ano Novo Judaico, a ONU também está começando um novo ano. Esperamos que a ONU participe do Cheshbon Hanefesh, uma contabilidade de suas ações do ano anterior“, disse Danon na abertura do evento.
De acordo com um comunicado de imprensa da Missão de Israel na ONU, os embaixadores “simbolicamente lançaram seus pecados no rio e abençoaram o Estado de Israel para o novo ano hebraico”.
O Secretário Geral Antonio Guterres disse: “Eu gostaria de aproveitar esta oportunidade para oferecer minhas bênçãos ao povo judeu”.
Resultado de imagem para yom kippur e a ONU
“Sem a inspiração judaica e as contribuições para a criação da ONU, provavelmente não haveria nenhuma ONU hoje”, disse Sandell e o diretor da ECI para Assuntos das Nações Unidas, Gregory Lafitte. “Tashlich é um bom momento para reavaliar, para ver onde perdemos nossa marca.”

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

O que a Bíblia diz sobre a proteção ao Meio Ambiente?

Assim como Adão e Eva deveriam zelar e cuidar da criação divina, nós devemos ter a mesma postura hoje com relação ao meio ambiente e os recursos naturais que estão disponíveis em nosso planeta. 

Resultado de imagem para meio ambiente e a biblia

Quando Deus criou o Jardim do Éden, Ele deixou a cargo de Adão e Eva o cuidado do mundo belo e perfeito. A Bíblia diz em Gênesis 1:26: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra”. O ser humano seria um administrador ou mordomo do planeta, cuidando de todas as coisas. Esse “domínio” que a Bíblia apresenta não está relacionado com um governo autoritário ou de exploração, mas era um domínio exercido com amor. A Bíblia diz ainda: “Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e guardar” (Gênesis 2:15).
Deus quer que sejamos dignos de confiança na mordomia dos nossos recursos. A Bíblia diz em 1 Coríntios 4:2: “Ora, além disso, o que se requer nos despenseiros é que cada um seja encontrado fiel.” Assim como Adão e Eva deveriam zelar e cuidar da criação divina, nós devemos ter a mesma postura hoje com relação ao meio ambiente e os recursos naturais que estão disponíveis em nosso planeta. Esse cuidado vai desde o equilíbrio no uso da água quanto ao desmatamento de nossas florestas.
Deus avisa que, aqueles que destroem a Terra, serão destruídos. A Bíblia diz em Apocalipse 11:18: “Iraram-se, na verdade, as nações; então veio a tua ira, e o tempo de serem julgados os mortos, e o tempo de dares recompensa aos teus servos, os profetas, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” Essa séria exortação deve nos conduzir à uma profunda reflexão a respeito da maneira como temos cuidado do nosso planeta. Não vivemos sozinhos aqui. Dividimos nossa “casa” com outros seres vivos que também tem o direito de viver livremente e feliz. Portanto, a prudência equilibrada é fundamental para o nosso convívio e também agradará o nosso Criador.
Equipe Biblia.com.br

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Uma nova tecnologia para desmantelar o maior “lixão” de plástico do Pacífico

O projeto da fundação holandesa The Ocean Cleanup, financiado com 20 milhões de dólares, entra em sua fase operacional.

O sistema de limpeza da The Ocean Cleanup.

Durante sua instalação em San Francisco, parecia uma serpente marinha gigante. Mas é uma obra de engenharia realizada para reduzir pela metade, em cinco anos, o enorme lixão oceânico de plástico chamado Great Pacific Garbage Patch (O grande remendo de lixo do Pacífico, em tradução livre). O projeto, desenvolvido pela fundação holandesa The Ocean Cleanup durante os últimos cinco anos, já está em sua etapa de funcionamento. A obra consiste numa barreira formada por um tubo flutuante de 600 metros de comprimento, que criará uma espécie de U para segurar os resíduos graças ao empurrão do vento e das ondas. Um pac-man dos mares, segundo os próprios responsáveis pelo projeto. A ideia é que o plástico seja recolhido com barcos e levado à costa para ser reciclado. Mas parte da comunidade científica levanta dúvidas sobre a eficácia da operação, que custou mais de 20 milhões de dólares (83,2 milhões de reais) e os possíveis riscos para a fauna marinha. Os testes, que começaram neste sábado antes do início da operação, serão fundamentais para averiguar essas possibilidades.

Tudo começou em 2013 por iniciativa de Boyan Slat, um holandês que tinha 18 anos na época. O jovem ficou impressionado com a quantidade de resíduos que encontrava quando ia mergulhar e decidiu arregaçar as mangas para buscar soluções, como informa o site da The Ocean Cleanup. Slat queria criar um método viável de concentração e recolhimento do lixo marítimo, e fundou a organização para desenvolver novas tecnologias. Pouco mais de um ano depois, cerca de 100 cientistas voluntários haviam se somado ao projeto. E a organização arrecadou quase 2,2 milhões de dólares (9,15 milhões de reais) com uma campanha de crowfunding.

Os pesquisadores que aderiram à iniciativa realizaram diversos estudos da área afetada pelo lixão de plástico. Poucos meses atrás, os principais resultados de suas observações saíram na Scientific Reports. O Great Pacific Garbage Patch abrange uma área de 1,6 milhão de quilômetros quadrados, segundo os cálculos da fundação. Ali já se acumulam 1,8 bilhão de resíduos de plástico, ou 80.000 toneladas. “Uma porcentagem significativa dos plásticos acaba retida em redemoinhos criados pelas correntes”, explica a The Ocean Cleanup. “Uma vez preso ali, o plástico se desfaz e se transforma numa armadilha para a fauna marinha, enganada pela aparência de comida.”

Uma nova tecnologia para desmantelar o maior “lixão” de plástico do Pacífico
Para a organização, tentar coletar todo esse lixo com embarcações e redes seria caro demais e geraria emissões prejudiciais ao meio ambiente, além de danos à fauna marinha. A The Ocean Cleanup diz que é mais viável um método “passivo” de concentração dos resíduos, que se move no mesmo ritmo que as correntes. Daí a ideia de utilizar uma barreira flutuante, chamada System 001: um tubo com uma cortina de três metros de profundidade que captura o plástico e, ao mesmo tempo, deixa livre a passagem de peixes debaixo dela.
A fundação iniciou a fase operacional do projeto. O tubo foi instalado com um barco do porto de San Francisco rumo a uma zona intermediária em relação ao Great Pacific Garbage Path, situado a 240 milhas náuticas da costa. Um período de testes de duas semanas vai averiguar a eficácia do sistema. Se tudo sair como o previsto, a obra de engenharia será transportada diretamente à zona do lixão.

As dúvidas dos cientistas

Ainda restam dúvidas sobre a viabilidade da tecnologia. Alguns oceanógrafos expressaram sua preocupação ante a possibilidade de que o sistema possa causar danos aos animais marinhos. “Na parte superficial do mar, há organismos de todo tipo”, afirma Jesús Gago, do Instituto Espanhol de Oceanografia. “O esquema apresentado parece que vai arrastando tudo. Pode existir esse risco [danos à fauna marinha]. Com os testes, virá a prova de fogo.”
Outra crítica é sobre a viabilidade econômica dessa estrutura tecnológica. “A proposta de Boyan tem muito mérito. É uma pessoa com iniciativa, e o que fez é impressionante. Mas a mensagem de que é preciso investir milhões para retirar plásticos do meio do oceano me deixa mais cético”, diz Gago. Em sua opinião, não se deve esquecer da importância da prevenção para evitar o impacto da poluição de plástico. Quantias tão grandes de dinheiro poderiam ser usadas “para evitar que o plástico chegue ao oceano, em vez de ir pescá-lo em lugares remotos”, considera.
Uma nova tecnologia para desmantelar o maior “lixão” de plástico do Pacífico
A fundação explica que os testes servirão para esclarecer os aspectos críticos do projeto, já que os protótipos e os experimentos prévios não puderam tirar todas as dúvidas. Por exemplo, será avaliada a resposta do sistema aos movimentos provocados pelo vento e as correntes, além da capacidade de concentrar e reter o plástico capturado e da resistência a elementos disruptivos do oceano, como as ondas e a corrosão provocados pelo sal. A fundação também informa que diversos organismos, como a Universidade de Miami e a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, dos EUA, ofereceram assessoria para garantir que a barreira flutuante não gere impactos negativos aos animais marinhos.
Os testes do sistema já começaram, segundo a The Ocean Cleanup. O trajeto pode ser monitorado em tempo real no site da fundação, graças a um sistema de localização por GPS instalado no tubo. O Great Pacific Garbage Path fica cerca de 1.000 milhas mais longe. Os engenheiros da fundação estimam que o sistema de coleta de lixo levará duas ou três semanas para alcançar o lixão após o período de testes. As etapas seguintes do projeto preveem que, “de poucos em poucos meses”, um barco se aproximará do lixão para recolher os resíduos concentrados. A organização também estuda formas para reciclar todo o plástico recuperado e tornar economicamente sustentável o processo de limpeza das águas com a venda de produtos feitos a partir desse material. Gago acredita que essa missão terá suas dificuldades. “São materiais afetados pela exposição solar e a água do mar. Não tenho certeza se esse material pode ser usado numa usina de reciclagem de maneira simples”, afirma. A fundação pretende desenvolver até 60 sistemas parecidos para estender as operações de limpeza a outros lixões de plástico oceânicos.
Fonte: El Pais por Franceso Rodela

MIT prevê fim do mundo em 2040 - Vejam

Programa World One aponta para "grandes mudanças" em 2020

Fim do mundo

Um modelo computacional, desenvolvido pelo MIT, previa o fim da civilização como nós a conhecemos até o ano 2040. Em desenvolvimento desde 1973, o programa é atualizado com dados constantemente e simula milhares de possibilidades e indicava que haveria uma “grande mudança” em 2020.
O programa, apelidado de World One, foi desenvolvido por uma equipe de pesquisadores do Instituto Massachusetts de Tecnologia (MIT), considerado um dos mais avançados do mundo. O processamento das informações foi realizado pelo maior computador da Austrália.
Originalmente planejado pelo pioneiro da computação, Jay Forrester, ele conta que recebeu a incumbência do Clube de Roma para desenvolver um “modelo de sustentabilidade global”.
Fundado em 1968 pela família David Rockefeller, o Clube já teve seu nome envolvido em muitas teorias sobre dominação mundial. De fato, trata-se de uma organização composta por figuras ilustres que se reúnem para debater assuntos relacionados a política, economia, meio ambiente e desenvolvimento sustentável.
O resultado chocante dos cálculos do World One mostrou que o nível de poluição e tamanho da população mundial causaria um colapso global em 2040. Ele mostra que o planeta não poderia sustentar o nível atual de crescimento populacional e industrial, além das necessidades de recursos naturais por mais de duas décadas.
A emissora australiana ABC voltou a mostrar o relatório original, já que daqui apenas dois anos (2020) uma grande mudança é esperada, caso o modelo computacional esteja correto.
Apesar de pouco divulgado pela mídia, o cálculo já se mostrou correto em certas previsões, como uma qualidade de vida estagnada e a disponibilidade cada vez menor de recursos naturais.
A ABC mostrou ao seu público uma projeção para 2020: “Se não fizermos nada para mudar, a qualidade de vida desce para zero. A poluição se tornará tão séria que começará a matar pessoas, o que por sua vez fará com que a população diminua, para índices menores do que tínhamos em 1900”.
O resultado, entre 2040 e 2050, seria o fim da vida civilizada como a conhecemos neste planeta.
Alexander King, um pioneiro britânico que liderou o Clube de Roma, chamou atenção para outras situações em jogo. “A soberania das nações não é mais absoluta. Há uma diminuição gradual da soberania, pouco a pouco. Mesmo nas grandes nações, isso vai acontecer”, prevê. Com informações Express